Mais de 65 mil eleitores podem ter o título cancelado no Tocantins; veja como regularizar

por Por G1 Tocantins — publicado 08/03/2019 14h07, última modificação 08/03/2019 14h07
Colaboradores: Por G1 Tocantins, Crt
Por G1 Tocantins
Prazo para comparecer ao cartório eleitoral vai até o dia 6 de maio. Quem está irregular com a Justiça Eleitoral fica impedido de utilizar diversos serviços.
Mais de 65 mil eleitores podem ter o título cancelado no Tocantins; veja como regularizar

Prazo para regularizar termina em maio. — Foto: Rede Amazônica / reprodução

O Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins informou que está aberto o prazo para que eleitores que estão em dívida com a Justiça Eleitoral se apresentem aos cartórios para regularizar a situação. No estado, 65.808 eleitores faltaram nas três últimas eleições e podem ter o título cancelado. A data limite é o dia 6 de maio.

Estão dispensados os eleitores menores de 18 anos e maiores de 70 anos, ou analfabetos. Mesmo que não tenham votado, estarão quites com a Justiça Eleitoral.

O cidadão deve apresentar os seguintes documentos:

 

  • Documento oficial com foto
  • Titulo de eleitor ou e-título
  • Comprovante de votação
  • Comprovante de justificativa eleitoral
  • Comprovante de recolhimento de multa ou dispensa de recolhimento

 

O TRE informou que não manda emails ou alertas e que é de responsabilidade do eleitor consultar a própria situação eleitoral. Isso pode ser feito através do site.

Quem tiver o título cancelado poderá sofrer uma série de consequências, como não obter passaporte nem carteira de identidade, não receber salário de função ou emprego público e não poder participar de concorrência pública ou administrativa estatal. Além disso, ficará impossibilitado de obter empréstimos em instituições públicas, de se matricular em instituições de ensino e de ser nomeado em concurso público.