Orçamento de 2019 vai priorizar educação, saúde e segurança pública

por Por TV Anhanguera — publicado 02/04/2019 08h12, última modificação 02/04/2019 08h12
Colaboradores: Por TV Anhanguera, crt
Por TV Anhanguera
LOA levou quatro meses para ser aprovada e orçamento é R$ 500 mil a menor que em 2018. São mais de R$ 10 bilhões para ser investidos no Tocantins ao longo do ano.
Orçamento de 2019 vai priorizar educação, saúde e segurança pública

Palácio Araguaia

O Governo do Estado definiu as prioridades de gastos no Tocantins após a aprovação da Lei Orçamentária Anual (LOA). São mais de R$ 10 bilhões que podem ser investidos em 2019. A educação, a saúde e a segurança pública são prioridades.

A LOA de 2019 levou quatro meses para ser aprovada e é R$ 500 mil a menor que o valor de 2018.

Na divisão dos valores a educação ficou com quase R$ 1,9 bilhão para investimentos. O valor é R$ 500 milhões maior do que o destinado à área em 2018.

O segundo maior valor é para os gastos com a saúde. A área teve o mesmo valor do ano passado, R$ 1,5 bilhão. Com a segurança pública devem ser investidos R$ 918 milhões. A quantidade é quase R$ 4 milhões a menos que no ano passado.

Do orçamento total aprovado para este ano, R$ 250 milhões ficarão para a Assembleia Legislativa. O Tribunal de Justiça deve receber R$ 620 milhões e para o Tribunal de Contas foram destinados R$ 141 milhões.

Serão cerca de R$ 207 milhões para o Ministério Público e R$ 147 milhões para a Defensoria Pública Estadual.

Com a decisão de valores, o governo pode fazer investimentos que precisam de planejamento a longo prazo, como infraestrutura e contratações.

Segundo o secretário executivo de planejamento, Sergislei Moura, "todos os contratos que efetivamente não tinham saldo orçamentário dentro da sua programação integral, o gestor da pasta pode utilizar deste orçamento".